quarta-feira , Fevereiro 21 2018
Casa / UJS / UNE defende a democracia em seu 54º Congresso

UNE defende a democracia em seu 54º Congresso

Em março de 2015, a UNE se juntou a outras entidades como a CTB, o MST, a CUT, e promoveu uma série de manifestações em todo país para defender a democracia

A abertura oficial do evento acontece na noite da quarta-feira (3). Já na quinta e na sexta-feira (4 e 5), acontecem mais de 30 debates e grupos de discussão, com dezenas de convidados, além de uma grande passeata pelas ruas da capital goiana. No sábado (6), acontece um ato político em defesa da democracia no país. E no domingo (7), será escolhida a nova presidência e a nova diretoria da entidade, além de definido o seu posicionamento para o próximo período.

O Congresso da UNE também conta com atividades paralelas, como o Encontro Nacional de Estudantes Cotistas, Bolsistas do Prouni e Fies, além de atividades culturais. Toda a programação é aberta e gratuita.

Em defesa da democracia

Em março de 2015, a UNE se juntou a outras entidades como a CTB, o MST, a CUT, e promoveu uma série de manifestações em todo país para defender a democracia, a reforma política, além de protestar contra os interesses de privatização da Petrobras. O posicionamento da UNE acontece em um momento de ascensão do conservadorismo e de expressões golpistas a favor, inclusive, da volta da ditadura militar no país.

Os estudantes temem também os retrocessos do Congresso Nacional em temas como a redução da maioridade penal e a reforma política antidemocrática – beneficiando o personalismo na política, a corrupção e a influência do poder econômico no sistema político brasileiro.

Contra os cortes na Educação

A UNE inicia o seu 54º Congresso em clima de repúdio ao anúncio de R$9 bilhões cortados da área educacional no ajuste fiscal do país. A entidade protesta contra a atual política econômica do governo federal e não aceita restrições que comprometam o Plano Nacional de Educação, aprovado em 2014 e que prevê o investimento de 10% do PIB nacional neste setor. A entidade lançou a campanha #NenhumCentavoAMenos, em que cobra também a aplicação de R$2,5 bilhões em políticas de assistência estudantil.

Nova presidência e diretoria

A eleição da nova presidência e diretoria da UNE no domingo (7) é um dos momentos mais aguardados do Congresso. A nova direção estará à frente de 7 milhões de universitários do país e será responsável pelos rumos da UNE no atual cenário político e educacional. Já foram presidentes da UNE personagens como o ministro Aldo Rebelo, os senadores Lindberg Farias e José Serra, os deputados federais Orlando Silva e Wadson Ribeiro.

Fonte: UNE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *